Categorias
Eventos

Reflexão e debate sobre violência contra a mulher

No dia 19 de outubro, o STIV promove palestras, reflexão e debate sobre Violência Contra a Mulher. As palestras serão ministradas pela escrivã na Delegacia de Proteção à Mulher, em Jaraguá do Sul, Marci Deretti e pela psicóloga Alessandra Rodrigues de Mello, começa às 14 horas, na sede do Sindicato e é aberta à participação masculina.

A vice-presidente do Sindicato, Rosane Sasse, lembra que a luta pelo fim da violência faz parte do projeto de trabalho da Secretaria da Mulher: “Temos participado de todas as manifestações que envolvem a dignidade da mulher trabalhadora e o tema violência nos preocupa muito porque ainda não parou, mesmo com a Lei Maria da Penha”, analisa Rosane, “informar a categoria vestuarista sobre os mecanismos de defesa nesta questão é dever do nosso Sindicato”. Durante o evento serão exibidos os filmes de curta metragem “Hoje recebi flores”, “Me ajuda” e “Violência Doméstica” e haverá performance com a atriz Sandra Baron. Mais informações sobre a atividade podem ser obtidas com Rosane, no fone 3371-2322 ou 9967-4672.

Delegacia tem três anos

Desde a sua fundação, em 2010, a Delegacia de Proteção à Mulher de Jaraguá do Sul já registrou mais de 4 mil Boletins de Ocorrência, numa média de 120 por mês. Este número, segundo a delegada Milena de Fátima Rosa, é alarmante se considerarmos o bom nível econômico e as oportunidades de trabalho oferecidas na cidade. Do total de BOs registrados, aproximadamente 600 resultaram em inquéritos, o que demonstra a eficiência da Lei Maria da Penha, que, embora ainda deficitária, consegue intimidar o agressor e oferecer amparo mínimo às vítimas. Do total de inquéritos instaurados, 61% foram para o Judiciário, ou seja, tiveram continuidade e foram resolvidos num prazo de três meses.

A vice-presidente do Sindicato, Rosane Sasse, lembra que a luta pelo fim da violência faz parte do projeto de trabalho da Secretaria da Mulher: “Temos participado de todas as manifestações que envolvem a dignidade da mulher trabalhadora e o tema violência nos preocupa muito porque ainda não parou, mesmo com a Lei Maria da Penha”, analisa Rosane, “informar a categoria vestuarista sobre os mecanismos de defesa nesta questão é dever do nosso Sindicato”. Durante o evento serão exibidos os filmes de curta metragem “Hoje recebi flores”, “Me ajuda” e “Violência Doméstica” e haverá performance com a atriz Sandra Baron. Mais informações sobre a atividade podem ser obtidas com Rosane, no fone 3371-2322 ou 9967-4672.

O prédio recebeu melhorias, com a abertura de uma sala para recepção e outra para entrevistas e atendimento às possíveis vítimas. Mas, de acordo com a delegada, existe necessidade de mais funcionários, especialmente investigadores. Atualmente são 12 funcionários, sendo cinco cedidos pela Prefeitura de Jaraguá do Sul. Também faltam delegados especializados no atendimento à mulher. A média é de dois delegados para cada 100 mil habitantes. A Delegacia da Mulher atende as comunidades de Jaraguá do Sul e Corupá.

O STIV sempre esteve presente na luta contra a violência doméstica e foi um grande aliado da sociedade pela implantação de Delegacia de Proteção à Mulher, bem como do Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. Na década de 90, promoveu abaixo-assinado em favor da instalação da Delegacia Especializada no atendimento às mulheres vítimas de violência, que representavam nada menos do que 30% do total de Boletins de Ocorrências. A inauguração da Delegacia de Proteção à Mulher de Jaraguá do Sul, que ainda atende ao idoso, criança e adolescente, foi em 14 de setembro de 2010.

0018

Matéria republicada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

code