19/OUT – Intersindical promove debate sobre a Reforma Trabalhista   Atualizado recentemente!


 

Painel acontece no dia 19 de outubro, no STIVestuário, e terá as presenças da juíza Andrea Haus Bunn e da procuradora Cinara Graeff

A Intersindical dos Trabalhadores de Jaraguá do Sul e Região promove, no dia 19 de outubro (quinta-feira), um Painel de Debates sobre a Reforma Trabalhista – a famosa lei 13.467 – que altera nada menos que 117 artigos da CLT (Consolidação das Leis do Trabalho) e acaba com praticamente todos os direitos trabalhistas. O Painel de Debates vai acontecer no auditório do Sindicato dos Trabalhadores do Vestuário (Francisco Fischer, 60), das 14h às 18horas e terá como palestrantes a juíza do trabalho e presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 12° Região, Andrea Haus Bunn; a procuradora do Ministério do Trabalho em Santa Catarina, Cinara Graeff e os advogados trabalhistas Divaldo Luiz de Amorim e Milton Mendes de Oliveira. Na mesma oportunidade será lançada a cartilha “Antirreforma Trabalhista: Retorno à Escravidão”, que será distribuída entre a classe trabalhadora da região.

O evento é dirigido aos trabalhadores e trabalhadoras de todas as categorias e lideranças sindicais, mas é aberto ao público em geral. A iniciativa da Intersindical se deu devido à necessidade de informar a classe trabalhadora sobre a lei da antirreforma e propor alternativas para barrar o desmonte de nossos direitos. A Lei 13.467 entra em vigor em novembro e, além de retirar direitos, ataca ainda a sobrevivência do movimento sindical e da Justiça do Trabalho. Trata-se de um dos maiores retrocessos das últimas décadas e que vai levar o país e os trabalhadores a relações de trabalho semelhantes à escravidão. O movimento sindical está coletando assinaturas para conseguir derrubar a antirreforma trabalhista. São necessárias 1,3 milhão de assinaturas para um Projeto de Lei de Iniciativa Popular. Para assinar o documento, basta comparecer ao Sindicato da categoria, munido de título de eleitor, RG e CPF e assinar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *