Horários

Secretaria:
Segunda a sexta-feira das 08:00-11:30 e das 13:00-17:30.

Marcação de consultas médicas pelo telefone:
Segunda a sexta-feira das 07:30-11:30 e das 13:00-17:30.

Atendimento no ambulatório:
Segunda a sexta-feira das 07:00-11:30 e das 13:00-17:30.

Hora de união e participação!

Estamos enfrentando um dos piores momentos de nossa história. A antirreforma trabalhista retirou direitos históricos da classe trabalhadora e, além disso, afetou o sistema de custeio e manutenção das entidades sindicais. No entanto, não tirou a obrigação dos Sindicatos de negociarem as Convenções Coletivas de Trabalho e os reajustes salariais para as suas categorias.

Se o Sindicato não negociar com os patrões do Vestuário, você poderá ficar sem aumento de salário e sem Convenção Coletiva. Sem recursos financeiros ninguém sobrevive. Para continuarmos a oferecer os benefícios e garantirmos as conquistas de sempre, precisamos da participação e da união de toda a categoria. O Sindicato é o único representante legal da classe trabalhadora que, se não tiver uma entidade forte e independente, não terá ninguém que a defenda dos desmandos da classe patronal.

Resistir e lutar é a saída e podemos dar um exemplo de que a união realmente faz a força: a votação da antirreforma da Previdência, que o governo queria que acontecesse ainda no mês de fevereiro, não aconteceu, pelo menos por enquanto, devido a mobilização e também por estarmos em ano eleitoral e muitos políticos têm receio de perderem seus eleitores.

Lutar junto sempre traz resultados positivos. Em tempos difíceis, a alternativa é a consciência política. Não vamos nos conformar em perder tudo o que foi conquistado ao longo de décadas. A dignidade de quem produz a riqueza deve ficar em primeiro lugar.

Gildo Antônio Alves

Participe

Na luta pela manutenção dos direitos

Dia 17 de março tem Assembleia Geral e todas as trabalhadoras e trabalhadores vestuaristas estão convocados a comparecer. Será analisada e aprovada a pauta de reivindicações da categoria para dar início à Campanha Salarial de 2018.

Além do rol de reivindicações, será debatida a atual situação econômica do Sindicato, que precisa da contribuição de todas e todos para continuar garantindo as conquistas e benefícios a que toda categoria tem direito e que correm o sério risco de deixarem de existir.

Atualmente, todos os vestuaristas sindicalizados têm assistência à saúde, oferecida através de um amplo ambulatório onde atendem quatro médicos e três dentistas à disposição dos associados e seus dependentes com idade até 14 anos.

Todos os vestuaristas têm assistência jurídica, onde uma equipe de advogados se dedica à defesa e ao resgate dos direitos trabalhistas violados pelo patrão. Quando um trabalhador é demitido ou sai da empresa por conta própria, o Sindicato confere se o pagamento da rescisão está correto. A grande maioria das pessoas não sabe exatamente como se calcula o valor das rescisões, e quando a homologação é feita no Sindicato tudo é devidamente revisado pela equipe responsável pelas homologações.

Participe da Assembleia e contribua com a manutenção da luta sindical.