Atual diretoria

0062

 

 

Qualquer ameaça ao cumprimento da legislação trabalhista, o Sindicato reage em defesa do trabalhador. A diretoria se reúne regularmente e tudo é debatido e decidido de forma democrática.

 

A luta por melhor salário e condições de trabalho é prioridade da diretoria do Sindicato. A cada início do ano o foco do debate é a Campanha Salarial, com a realização de assembléia geral para retirada da pauta de reivindicações e abertura de negociações com o Sindicato patronal.

 

 

 

DIRETORIA EFETIVA
Presidente: Gildo Antonio Alves (Marisol SA)
Vice-presidente: Rosane Sasse (Marisol SA)
Secretário Geral: José Pedro Soares (Tecelagem Gumz)
Tesoureira Geral: Adelaide Becker (Malwee Malhas)

Torneios de Canastra e Truco reúnem centenas de vestuaristas no Sindicato

0052

A tarde de sábado (13/07) foi de alegria e integração para os mais de 300 vestuaristas e familiares que prestigiaram dos Torneios de Canastra e Truco. O Sindicato premiou os cinco primeiros colocados em cada modalidade. Na 7ª edição do Torneio de Truco, a dupla vencedora foi Alan de Oliveira e Darci Mariano de Andrade, trabalhadores da Malhas Menegotti, enqunto no 5º Torneio de Canastra a primeira colocação coube à dupla Jair Arendt e Luiz dos Santos, que também trabalham na Menegotti.

Na avaliação do diretor do STVo, Jordaci de Souza, os Torneios são “muito importantes porque divulgam o trabalho do Sindicato na comunidade”. Já o dirigente Dilmar Redlinski, considera essas promoções muito boas, “para chamar o pessoal a se associar ao Sindicato”. Vencedor do Torneio de Canastra, Luiz Antônio Santos elogia a iniciativa: “Essa promoção a gente espera todo ano, porque é uma brincadeira sadia, muito gratificante. A gente fica contente em ver o esforço de todo o pessoal que trabalha no Sindicato, é muito interessante”.

Matéria republicada.

STIV reivindica prioridade à agenda de luta da classe trabalhadora

Aproximadamente 1500 trabalhadores e trabalhadoras do Vale do Itajaí e do Norte de Santa Catarina fecharam a BR-101 na altura do trevo de acesso a Blumenau, na tarde de quinta-feira, 11 de julho. A rodovia ficou interditada durante 45 minutos, causando um congestionamento de 25 quilômetros, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal. A manifestação, organizada pelas centrais sindicais de trabalhadores, tornou visível as bandeiras de luta da classe trabalhadora, que há décadas vem reivindicando avanços na relação com os patrões, como redução de jornada para 40 horas sem redução de salário, 180 dias de licença maternidade, creches públicas e de qualidade e mais saúde e salário para quem produz a riqueza do país, entre outros direitos até hoje negados.

Os Sindicatos dos Trabalhadores de Jaraguá do Sul e Região participaram da manifestação. Um ônibus lotado saiu da cidade. Com faixas e cartazes, os manifestantes mostraram a cara, sem medo ou vergonha de exigir da classe patronal o reconhecimento dos direitos. Os trabalhadores do Vestuário levantaram a bandeira pelo fim do fator previdenciário e licença maternidade de 180 dias para todas as mães. “Nosso ato é pacífico, mas estamos aqui para lutar por melhorias para a classe trabalhadora”, enfatizou o presidente do STIV, Gildo Alves.

0053

Matéria republicada.

Verás que um filho teu não foge à luta

0054O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias do Vestuário, Fiação e Tecelagem de Jaraguá do Sul e Região, é solidário com as manifestações pacíficas que vem acontecendo em todo o país e repudia qualquer tipo de violência, orquestrada por uma minoria, que não tem o discernimento de entender a grandeza do momento.

Esta entidade sindical apoia a manifestação pacífica e apartidária.

Somos um só país e como tal, temos que neste momento demonstrar toda a nossa indignação frente a desigualdade aviltante que reina neste Brasil, onde a corrupção toma conta a cada dia que passa e participaremos deste momento histórico, que é totalmente legitimado pela vontade popular.

Matéria republicada.